quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A escolha do PCP

O PCP poderia escolher Carvalho da Silva e garantir um resultado de quase 15%, apanhando metade do eleitorado do BE. (Mas sabe-se lá se o líder da CGTP ainda é do PCP.) Ou escolher Odete Santos e fazer ainda um bom resultado, com uma personagem carismática e heterodoxa. (Mas Odete não deve ser de confiança.) Ou escolher Bernardino Soares e testar a possível sucessão de Jerónimo. (Mas não devem querer pensar nisso.)

Portanto, avança Francisco Lopes. Um apparatchik como o PCP deve ter muitos. Glória a Cunhal nas alturas. Um exército de autómatos uniformizados presta-te honras.