domingo, 18 de setembro de 2011

Jardim admite que mentiu

  • «Não era aconselhávél que mostrássemos o jogo todo porque senão o governo socialista que não era sério tirava-nos o dinheiro todo e nós estávamos em estado de necessidade. Por isso, agimos em legítima defesa»(*) (Diário de Notícias da Madeira)
A confissão do que pode ser um crime está registada em filme (ver na Jugular). Soube-se entretanto que Jardim é proprietário de 70 restaurantes.

(*) Respeitou-se a original ortografia do DN-Madeira.