quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Uma questão ao Sérgio Lavos

Ficámos a saber que "esta" não é a revolução do Sérgio. Muito bem; também não é a minha. Pergunto de boa fé e sem malícia ao Sérgio: qual é a revolução dele? Será que tal revolução existe? Nos tempos que correm temos que decidir esta questão: quando a revolução chegar, temos que saber de que lado estamos. E pelo que se vê em diferentes países (a Inglaterra é só o mais recente exemplo) este dia está a chegar. Sérgio: existe "a" revolução ou não? Da minha parte não sei responder a tal pergunta, mas sei que, se existir, não é "o povo" sozinho, espontaneamente, que a faz.