domingo, 21 de agosto de 2011

A guerra às drogas falhou

Continuamos a persistir no erro de encorajar o tráfico ilegal de drogas (através da ilegalização das mesmas) - com todas as implicações ao nível da violação das liberdades individuais, do aumento de mortes pela violência e criminalidade consequentes do contrabando, do desperdício de recursos do sistema de justiça, do sistema prisional, do sistema policial, e várias outras consequências desastrosas - apesar de termos sido pioneiros (e exemplares) em darmos um primeiro passo (descriminalizar o consumo) na direcção certa.

Vários dados sobre este assunto são apresentados nesta comunicação, que aconselho sem reservas: