quinta-feira, 2 de junho de 2011

A ideia de privatização da RTP

A avaliar pela grelha semanal das duas estações privadas à hora a que podem ver televisão as pessoas que trabalham e estudam , a privatização da RTP deixa antever um futuro brilhante para um dos países da Europa que mais tempo passa à frente da televisão. Infelizmente para uma boa parte da população, de baixo nível educacional, que não lê, a televisão é o principal meio de educação. É esta xaropada de telenovelas, de concursos rasca e de telejornais sensacionalistas que lhes servem os privados de segunda a sexta:

TVI
19:32 Morangos Com Açúcar VIII
20:00 Jornal das 8
21:25 Remédio Santo
22:30 Anjo Meu
23:20 Sedução

SIC
20:00 Jornal da Noite
21:30 Peso Pesado - Diários
22:25 Laços de Sangue
23:40 Araguaia

Não haja ilusões a grelha televisiva de quem comprar a RTP (muito provavelmente a preço de saldos) não vai fugir muito disto. Se entrarmos ainda em conta com a brilhante ideia de acabar com o Ministério da Cultura - em certos meios do PSD há quem queira extinguir o Ministério da Educação - a hercúlea tarefa de recuperação do nosso atraso educacional será ainda mais difícil.

6 comentários :

  1. Mas não vejo grande diferença para a grelha da RTP actual:

    19:24 O Preço Certo
    20:00 Telejornal
    21:00 Especial Informação
    21:30 Portugal Tal & Qual
    22:00 Corrida De Touros: Confronto De Dinastias

    Ainda pensei que o programa Portugal Tal & Qual pudesse ser minimamente informativo mas é assim descrito: ´Portugal Tal & Qual´ é um programa que faz um retrato sociológico do país atual, conduzido por pessoas sem a mínima formação e credibilidade, resultando num estudo social capaz de envergonhar António Barreto. Mas o que falta em validade científica, sobra em humor.

    ResponderEliminar
  2. A RTP também não é um grande exemplo de serviço público. Pelo menos acabaram as novelas. Ainda se vai fazendo algo de jeito no canal dois. A licença de transmissão deveria ser atribuída a canais privados que transmitissem um determinado mínimo de programação de serviço público: documentários, debates, reportagens.

    ResponderEliminar
  3. a diferença reside, naturalmente, na informação. a privatização da rtp (e da lusa, também prevista pelo psd) iria deixar toda a informação nacional ao serviço do poder económico. não consigo imaginar pior atentado à democracia.

    ResponderEliminar
  4. E a infor mação maçon da rtp atão é de 1ª água o violador de telheiras ataca de novo

    o gangue rebenta mais um multibanco
    mais uma miuda levou uma pedrada no focinho

    dois adolescentes de 13 anos são acoplados a outros de 16

    o horror e a tragédia do adolescente suicida que a escola deixou sair quando o devia ter fechado na cave

    o professor de música pedófilo que apalpava miúdas de 14 a 15 anos

    sim é informação de qualidade

    então o trabalho que fizeram com o leite da parmalat

    e com os pepinos da cólica católica

    informação de 1ª água

    hoje os telemóveis causam cancros

    amanhã as novas funcionalidades da 4 ª geração

    vai-se perder um património irreparável com a privatização

    atão os clubes de futebol

    ResponderEliminar
  5. Jã Palha Ribeiro Teles wurde gespeichert quero a corrida RTP

    ResponderEliminar
  6. A diferença do RTP1 para os canais privados está na informação (em parte), e na existência de programas de debate sempre com a participação de todos os partidos parlamentares (fora da campanha, claro).

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.