quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

O velho enviesamento da «parede à esquerda»

O Igor Caldeira espanta-se por um índice de Gini ter descido em Portugal desde o início da crise (curiosamente, a partir de 2005, mas enfim). Diz que «só com a crise económica é que nos fomos tornando num país mais igualitário».

Acontece que os rendimentos mais baixos têm um limite inferior (o salário mínimo, o RSI...) enquanto os salários mais elevados não têm um limite superior. Basta aumentar o número de pessoas com baixos rendimentos que algumas das pessoas com maiores rendimentos até podem subir o seu rendimento. (Logo, não é um medidor perfeito das desigualdades.)

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.