sábado, 12 de janeiro de 2013

O "relatório" do "FMI" e seus erros

«Cinco erros básicos que abalam o relatório do FMI» são enunciados neste vídeo, que descreve o conteúdo da edição impressa do DN:



Parecem existir muito mais erros factuais do que estes no relatório, como se pode ver aqui, aqui, e aqui.

Sabíamos já que as conclusões do relatório tinham sido decididas à priori (pelo Governo), e que a sua concretização não foi mais do que um esforço para as justificar. Agora sabemos também que as conclusões são tão absurdas e desligadas da realidade, que nem sequer os truques contabilísticos, descontextualizações pouco rigorosas e omissões gritantes a que Fernanda Câncio alude no texto abaixo citado foram «manhas» suficientes para as justificar. Foi necessário recorrer a erros factuais grosseiros, e muitos.

Aparentemente, este relatório é um excelente argumento contra as medidas que advoga.

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.