domingo, 15 de agosto de 2010

Contraponto a Pacheco Pereira

Há pessoas que preferem enterrar-se ainda mais do que admitir um erro. É o caso de Pacheco Pereira.

Pacheco tem um programa na SIC em formato de «provedor do telespectador».  Na realidade, é um espaço de opinião. Em Maio, considerou «mau jornalismo» a única peça factual sobre o Vaticano e o Papa (por coincidência emitida pela própria SIC), porque a jornalista se referia ao Vaticano como «monarquia absoluta». Três meses depois, com toda a redacção contra ele, insiste no dislate.

Entretanto, a página oficial do Vaticano continua, impávida e serena, a descrever esse Estado como «monarquia absoluta»...