sábado, 9 de abril de 2011

Ideias para combater a crise

Guerra ao automóvel, por Jorge Fiel no DN.

2 comentários :

Corega Eh Ficse disse...

Guerra ao funcionário público

por kadahfi

essa vai ser mais popular

atão o messiú queria qua gente fosse pra Lisboa a butes

ir pela cp ou de metro nos tempos que correm

até os taxistas levam o carro pó emprego

Luís Lavoura disse...

Contrariamente à tese do autor, eu diria que muitos portugueses já hoje estão a abdicar do uso do automóvel.

As ruas de Lisboa estão, visivelmente, com menos tráfego, e os acessos para fora de Lisboa, às 19 horas diariamente, já se encontram desimpedidos, a avaliar pelos relatórios que ouço na rádio.

É claro que no setor topo de gama este efeito não se faz sentir. Mas esse setor é minoritário e com pouca expressão. Jamais subidas de impostos afetarão, de forma significativa, a utilização de automóvel por parte de gestores de empresas. O que interessa é o que a classe média faz, não o que os gestores de empresas fazem.