quinta-feira, 21 de março de 2013

O Comunismo Financeiro Cipriota

O "comunismo" cipriota é mais uma insólita variante dos peculiares comunismos dos dias que correm (as monarquias comunistas da Coreia do Norte e de Cuba, o comunismo ultraliberal chinês e o clepto-comunismo angolano) e mais uma demonstração do desnorte que grassa entre os órfãos da URSS. O Partido Progressista do Povo Trabalhador (o PC lá do sítio, que pertence ao GUE) desde que chegou ao poder entre 2006 e 2008 pouco ou nada fez para impedir que a ilha servisse de base para a lavagem de dinheiro de redes mafiosas e criminosas dos países de leste. E não nos enganemos, os comunistas cipriotas não defenderam ontem no parlamento os depósitos bancários dos trabalhadores, protegeram sobretudo os depósitos dos russos e dos ucranianos que lhes enchem os bolsos em troca do silêncio e da discrição.
Quando a Islândia entrou em incumprimento em 2008, o Reino Unido apoderou-se dos bancos e das contas bancárias islandesas instaladas na Grã-Bretanha. Ironicamente, os comunistas cipriotas nem sequer são capazes de defender a aplicação de uma taxa de 15% aos depósitos bancários ligados a actividades especulativas e criminosas (a esmagadora maioria do volume dos depósitos acima dos 100 mil euros). Como acontece por cá, quem vai pagar a crise serão certamente os trabalhadores cipriotas através dos seus salários. Mas entre os trabalhadores e os mafiosos de leste, o  Partido Progressista do Povo Trabalhador prefere estes últimos.

5 comentários :

  1. De lembrar que Jerónimo de Sousa participou pessoalmente na campanha eleitoral do partido comunista cipriota.

    ResponderEliminar
  2. De lembrar que na 2.a volta das eleiçöes presidenciais de Fevereiro de 2013 o Partido Socialista Europeu apoiou o candidato comunista, o que causou engulhos ao seu membro local EDEK (cujo candidato ficara em 3.o lugar na 1.a volta) que decidira näo apoiar ninguém na 2.a volta.

    ResponderEliminar
  3. O mundo gira sem monarquias comunistas, sem comunismo ultra-liberal, sem clepto-comunismo, e sem órfãos da URSS, o que se assiste é a um tipo de Capitalismo de Estado onde as empresas capitalistas privadas se estão a transformar em empresas estatais e com o controlo do Estado e isto é necessário, historicamente falando, porque se está preparando a última etapa para chegar ao socialismo e neste processo há um grupo de países de vanguarda com reservas financeiras capazes de enfraquecer e arruinar e afundar definitivamente o capitalismo. Lenine falava da necessidade de juntar os países árabes e neste momento o Egipto, contradições à parte, parece ser o próximo parceiro a entrar nos BRICS,

    ResponderEliminar
  4. OS 'CAVA-BURACOS'
    .
    -> O supervisionador do BPN (vulgo Vítor Constâncio) assegurava que estava tudo bem... depois foi o que se viu... {nota: o BPN foi MAIS UM GOLPE COADJUVADO INTERNACIONALMENTE... entre outros... }
    -> O FMI defendeu que banca cipriota era sólida (supervisionadores à Constâncio)... depois foi o que se viu...
    -> Mais: Islândia... etc.
    .
    -> Tendo em vista um caos financeiro/económico... a superclasse (alta finança - capital global) actua fortemente em dois sectores:
    1- 'cava-buracos' nas contas públicas {veja-se, por exemplo, a forma como o Goldman Sachs ocultou a dívida grega};
    2- 'cava-buracos' na banca...
    .
    .
    P.S.1.
    Existem por aí muitos Esmifra-Contribuintes: os CGTP's e não só... {apresentam propostas/reivindicações de aumentos - e não - propostas de orçamentos... leia-se: querem mais dinheiro não importa vindo de onde...}
    Os Esmifra-Contribuintes são uns IDIOTAS ÚTEIS ao serviço da superclasse (alta finança - capital global).
    Tal como a superclasse (alta finança - capital global), os Esmifra-Contribuintes não querem que seja retirado poder aos políticos!!!...De facto, os Esmifra-Contribuintes (CGTP´s e outros...) querem obter reivindicações junto dos políticos... e... não querem que a correspondente actuação dos políticos... seja supervisionada pelo contribuinte.
    .
    .
    P.S.2.
    Anda por aí muito político cujo trabalhinho é 'cozinhar' as condições que são do interesse da superclasse (alta finança - capital global).
    - privatização de bens estratégicos: combustíveis... electricidade... água...
    - caos financeiro...
    - implosão de identidades autóctones...
    - forças militares e militarizadas mercenárias...
    resumindo: estão a ser criadas as condições para uma Nova Ordem a seguir ao caos - uma Ordem Mercenária: um Neofeudalismo!

    ResponderEliminar
  5. Reblogado
    ---
    chipre: inacreditáveis não-notícias
    Posted in Abril 2nd, 2013
    by transmutante in Geral

    Quando se fala de Chipre fala-se do dinheiro que os depositantes perderam no Banco de Chipre (40%) e no Laiki (80%). Aparentemente, os merdia simplificam a coisa dizendo que os depositantes perderam 60% dos depósitos. Os merdia simplificam muita coisa.

    Então e os outros bancos? Nao existem? Existem e ninguém perdeu lá os depósitos. Qual a diferença entre os 2 bancos em que as pessoas perderam os depósitos e os outros bancos? Fácil de explicar. As pessoas normais tinham o dinheiro no Banco de Chipre e no Laiki (assim uma CGD e um BES lá do sítio). Os políticos cipriotas e os russos tinham o dinheiro nos outros bancos (assim uns BPNs e uns BPPs lá do sítio).

    Fonte: Forbes

    http://www.forbes.com/sites/timworstall/2013/03/31/theres-something-very-strange-about-the-cyprus-bank-haircut-very-strange-indeed/

    ---
    O novo resgate näo afecta os outros bancos, onde os endinheirados russos E INGLESES E ALEMÃES têm o carcanhol.
    Interessante também é que os grandes depositantes russos säo "oligarcas a fugir ao fisco e a lavar dinheiro", mas se forem ingleses ou alemäes já säo "elite com excelente planeamento fiscal". Vidas!

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.