terça-feira, 10 de março de 2009

A coragem de uma ex-muçulmana

Há muitas maneiras de celebrar o Dia da Mulher. Em Oslo, uma ex-muçulmana queimou publicamente o hijab, talvez o maior símbolo de opressão das mulheres no mundo actual. Vejam o vídeo.

O discurso de Sara Rasmussen:

  • «A idade dos sonhos não acabou, a idade dos sonhos não acabou porque ainda há pessoas que sofrem, coloquemos hoje toda a nossa confiança no poder dos sonhos e permitam-me acender um fogo pela liberdade, pela igualdade, pelo amor e pela paz.»
  • Outro vídeo. Vejam o sorriso de Sara quando o véu pega finalmente fogo. É o sorriso de alguém que se libertou.