domingo, 23 de dezembro de 2012

Amor Cristão e o Espírito do Natal

Li hoje que na semana passada o Papa benzeu a porta-voz do parlamento do Uganda, a senhora Rebecca Kadaga, que está a tentar implementar a pena de morte para a homossexualidade no país dela, e aproveitou a ocasião para declarar que o casamento gay é "un'offesa contro la verita della persona umana e una ferita grave inflita alla giustizia e alla pace."  Uma ferida contra a justiça e a paz.  Não percebi se ele está a pensar em guerra, mas é interessante ver esta organização moribunda atirar-se assim ao pescoço dos homossexuais com tanta energia e tanto ódio, sabendo já que perdeu esta causa. 

A homofobia vai a caminho do panteão das derrotas da ICAR, juntamente com o fascismo, o analfabetismo, o Index, o trabalho infantil, a contracepção, a anestesia epidural, etc., e o mais que os dicursos do papa podem aspirar é uma ou duas dúzias de crimes de ódio sobre a comunidade gay.  Uma consolação magra para quem costumava queimar os judeus!

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.