segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Os uns e os outros: diálogo inter-religioso na terra dita «santa»

Uns reclamam a terra porque crêem no mesmo «Deus» dos que ali viveram há uns milhares de anos. Outros não os aceitam porque já lá estavam e acreditam num livro diferente. Uns acharam que não podiam viver noutros países porque eram minoritários, e querem que a sua religião seja lei no novo Estado. Outros estão habituados a que outra religião (a deles) seja lei, e não querem misturas. Uns e outros não querem um Estado comum em que as leis sejam escolhidas por debate e voto. Uns são poucos. Outros são muitos. Uns são fortes. Outros são fracos. Uns são judeus. Outros são muçulmanos. Todos são infelizes assim há pelo menos sessenta anos. E assim continuarão enquanto preferirem as bombas contra o diálogo, a religião contra o laicismo, Abraão contra a humanidade.

3 comentários :

Gabinistro do Primeiro-Minete disse...

2009 - COIMBRA CIDADE DO CONHECIMENTO:

http://www.petitiononline.com/00005/petition.html

Sopro leve disse...

mantemos o cinzento?

Filipe Castro disse...

Julgo que no fim do dia Israel é só mais outra colónia europeia e como tal não tem futuro. A brutalidade israelita é como a brutalidade sul-africana nos anos 85-95: desesperada.