terça-feira, 22 de março de 2005

Tory Blair strikes again

«Tony Blair today called on Britain's churches to play a "bigger role" in national life, but rejected the US style of politics in which people "beat their chests" about their faith.
In a speech to Faithworks, an organisation of largely evangelical Christians in London, the prime minister said churches made a "visible, tangible difference" for the better in society.
And, despite a recent cross-party understanding that religious beliefs on issues such as abortion should not become part of party politics, Mr Blair said he would like to see church leaders "play a bigger, not a lesser role in the future."
(...)»

6 comentários :

Mariana Pereira da Costa disse...

Mais um golpe para a laicidade na Europa.

Mariana Pereira da Costa disse...

Ao menos diz que não quer que a religião tenha um papel na política semelhante ao que se passa nos Estados Unidos.

Pedro Fontela disse...

Esta já nem é a primeira "brincadeira" do género que ele faz...a lei da blasfémia também saiu das cabecinhas brilantes do seu circulo mais próximo.

Sabem...é repirado cá no Reino que se os trabalhistas ganharem com uma larga maioria é provável que o partido se divida em dois, pró Blair e anti Blair...há muito pessoal que está insatisfeito com este PM (que bem podia ter saido das hostes do partido conservador...)

Ricardo Alves disse...

Pedro,
o «R» em «Tory Blair» não foi gralha... ;)

Pedro Fontela disse...

Ricardo,
Tens razão lol... nem tinha reparado nesse detalhe :)

Mas sobre o outro assunto de que falava estão aqui boas noticias:

http://www.wwrn.org/parse.php?idd=9678&c=24

Ricardo Alves disse...

Pedro,
a wwrn parece ser uma boa fonte a explorar...