segunda-feira, 22 de julho de 2013

Tudo como dantes (mas não digam mal de Abrantes)

Nem eleições antecipadas, nem «Compromisso de Salvação Nacional»(*), nem sequer remodelação(?). A única novidade é mesmo que agora é o Presidente quem anuncia as moções de confiança que o governo apresenta ao Parlamento, ou seja, tornou-se o porta-voz do governo. Ou então quis convencer-nos de que ordena o que o governo apresenta ao Parlamento, o que só lhe dá responsabilidades muito acrescidas em tudo o que o governo faz...

(*) Com maiúsculas no original.