sábado, 8 de fevereiro de 2014

Sinto-me LIVRE

Terça-feira desta semana entreguei no Tribunal Constitucional as assinaturas, programa e estatutos de um novo partido político (não é um projecto unipessoal). Obrigado a todos, incluindo também os leitores deste blogue. A esquerda precisa de um abanão que a tire da modorra dos desentendimentos entre bolchevistas e moderadistas. A sociedade precisa de um partido que não seja exclusivamente para profissionais da política. E a República precisa de virar à esquerda.