segunda-feira, 26 de maio de 2014

Rescaldo das eleições europeias (III)

A (relativa) derrota do LIVRE é simétrica da vitória do Marinho Pinto. O resultado do Marinho (e não o do LIVRE - a derrota do LIVRE está mesmo aqui neste aspeto) demonstra que uma força que tenda a ocupar este espaço político, faz todo o sentido (mas evidentemente nestas eleições o LIVRE não o conseguiu, e é um derrotado). Há um enorme descontentamento do eleitorado de esquerda, e que não queira votar na CDU, com os outros partidos.