quinta-feira, 18 de junho de 2015

«Trickle down economics is wrong, says IMF»

Um estudo com origem no FMI representa mais um prego no caixão da malfadada «Reagonomics». Esta notícia (de onde roubei o título deste texto) resume as conclusões.

O documento tem quase 40 páginas, mas vale a pena destacar este parágrafo: «Specifically, if the income share of the top 20 percent (the rich) increases, then GDP growth actually declines over the medium term, suggesting that the benefits do not trickle down. In contrast, an increase in the income share of the bottom 20 percent (the poor) is associated with higher GDP growth. The poor and the middle class matter the most for growth via a number of interrelated economic, social, and political channels.»

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.