terça-feira, 21 de abril de 2015

Mariano Gago nunca foi unânime

Antes de ser ministro, Mariano Gago foi o principal responsável pela adesão de Portugal ao CERN - a primeira organização científica internacional a que Portugal aderiu, em 1986. É importante referir que Mariano Gago teve a oposição de muitos velhos do Restelo instalados nas universidades portuguesas (alguns da sua geração). Ainda hoje muita gente é contra a adesão de Portugal ao CERN, que vêm como um "investimento sem retorno". Bem como todo o investimento em investigação pura (e bem os ouvimos falar na "falta de retorno económico" da investigação nos últimos anos). Numa altura em que se irão suceder homenagens, não pensemos com isto que o Mariano Gago era um homem unânime. Não era. Mas creio que a maioria da população que apoiava a sua obra era tão grande que podemos chamar mesmo "velhos do Restelo" aos opositores.

1 comentário :

  1. a maioria da população que apoiava a sua obra era tão grande

    Eu diria que a imensa maioria da população portuguesa não está sequer consciente da política científica do país...

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.