sábado, 2 de agosto de 2014

E ninguém vai preso? (Yes, he should.)

  • «Fizemos muitas coisas certas, mas torturámos algumas pessoas. Fizemos coisas contrárias aos nossos valores. Quando usámos algumas técnicas de interrogatório reforçadas, técnicas que acredito e penso que qualquer pessoa honesta acredita que é tortura, atravessámos uma linha». (Barack Obama)

3 comentários :

  1. Mas ele nessa afirmação está a referir-se à administração anterior (o "nós" é alusivo aos americanos em geral). Assim, essa "confissão" nunca o levaria, nem a ninguém da sua administração, à prisão.
    Isto sem prejuízo de concordar que deveriam realmente ter sido julgados (e presos) os responsáveis, e que a atitude da administração dele ("we look forward, not backwards") é indesculpável, e completamente oposta a qualquer noção razoável de justiça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto. Os envolvidos em tortura deveriam ser presos e julgados.

      Eliminar
  2. Barac Obama pode até não ser (o único) responsável pelas torturas mas mantém - ao contrário do que prometeu - Guantanamo em laboração e não consta que esta instalação seja conhecida como modelo de virtudes.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.