sábado, 28 de junho de 2014

Uma maioria sem medo do ridículo

  • «O projeto de resolução da maioria PSD/CDS-PP para criar o Dia Nacional do Peregrino (13 de maio) foi hoje aprovado no Parlamento (...) A resolução recomenda ao Governo a instituição do Dia do Peregrino lembrando que em Portugal “existe uma forte tradição na realização de peregrinações cristãs direccionadas para os mais variados locais de culto, com destaque para aquelas que se decorrem no Santuário de Fátima, que envolve inúmeras pessoas”. A condição de peregrino “não se esgota na intenção de caminhar direcção de um lugar sagrado”, segundo o texto, defendendo que “importa também valorizar o motivo que o levou a fazer essa jornada, determinante para a sua vida, onde muitas vezes se procura o sentido da própria existência, como um percurso interior”.» (DN, Público)

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.