sexta-feira, 21 de março de 2014

Ajuda ao Vítor Cunha

Podem os leitores mesmos fazer o favor de seguirem este link e verificarem. Ao longo de todo o texto de Francisco Louçã eu só vi duas gralhas: "austeriry" e "may" com minúscula (esta última até escapou ao nosso homem do lápis azul, perdão, vermelho). Além disso há de facto um erro ("renowned" em vez de "renamed" - obrigado ao Vasco Barreto). Tudo o resto são questões de estilo, de que pode gostar-se ou não mas não pode dizer-se que estejam erradas. Francisco Louçã tem uma vasta obra publicada em inglês; foi orador de muitas conferências em inglês; mas não vamos tirar a alegria a esta criatura de ter corrigido um professor universitário do Bloco de Esquerda. Só foi azar, no texto em português, ter escrito "Inicialmente tentei a correcção mas, é demasiado tarde para isso." (sic), com uma colocação de vírgulas, essa sim, objetivamente errada. (Parece que cometeu outros erros em inglês no texto-graçola que escreveu a seguir, mas confesso que nem me apeteceu perder mais tempo a lê-lo.) Uma vez mais, os textos da autoria deste indivíduo definem tão bem quem ele é...

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.