quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Quanto mais poupas mais te endividas, ou Como a austeridade falhou redondamente

Guardian sobre os últimos dados do Eurostat:

Over the last year, the highest increases in the GDP/debt ratios were recorded in Greece (+24.1 percentage points), Ireland (+18.3%), Spain (+15.25%), Portugal (+14.9%) and Cyprus (+12.6%).

Recorde-se que o objectivo número 1 da austeridade orçamental era reduzir a dívida pública. Os resultados estão à vista. São exactamente os 5 países sob um programa de assistência financeira, os 5 que mais austeridade impuseram, que viram a situação agravar-se mais. Prova mais clara do falhanço não poderia haver.

É a prova do falhanço da macroeconomia à moda dona-de-casa, o que funciona num orçamento familiar funciona num país, da qual muita direita e muitos empresários tanto gostam. A diferença é que quando uma família poupa nos gastos em casa, o café da família não deixa de ter clientes. Num momento de contração quando todo o país quer poupar ao mesmo tempo, o café vai à falência.