quinta-feira, 27 de outubro de 2005

A Comissão de Honra de Cavaco Silva

António dos Santos Ramalho Eanes, General, Presidente da República (1976-86) (É o único que aparece fora da ordem alfabética: vem em primeiro lugar...)
Abdool Karim Vakil, Economista (Na condição de Presidente do Banco Efisa ou na condição de Presidente da Comunidade Islâmica de Lisboa?)
(...)
António Lobo Xavier, Advogado (Será alguma coisa ao dirigente do CDS?)
(...)
António M. Martins da Cruz, Embaixador (Não é o pai da Diana?)
(...)
Carlos Lopes, Maratonista Medalha de Ouro Olímpica (Que é feito do Fernando Mamede?)
(...)
Carlos Queirós, Treinador de futebol (Ai interessa-se por política?)
(...)
João Bosco Soares Mota Amaral, Jurista (Com trinta anos de dedicação permanente à política? Bah...)
(...)
João Carlos Espada, Professor universitário
(...)
João Luís César das Neves, Professor universitário
(E aí estão dois dos meus três ódios de estimação. Só fica a faltar o Boaventura, mas esse apoia o Louçã.)
(...)
João Pedro Pais, Músico (Também se interessa por política?)
(...)
José Oulman Bensaúde Carp, Empresário (Sentá-lo ao lado do Vakil.)
(...)
Manuela Teixeira, Professora do ensino secundário
(...)
Maria Fernanda Mota Pinto, Professora ensino secundário
(A primeira está aqui por ser sindicalista. E a segunda?)
(...)
Maria José Nogueira Pinto, Jurista (É alguma coisa à vereadora do CDS/PP na Câmara de Lisboa?)
(...)
Manuel Alves, Criador de moda/Manuel Campilho, Agricultor (Porque não um bailarino e um servente da construção civil?)
(...)
Nuno Gama, Estilista (Não estou a ver quem é.)
(...)
Paulo Teixeira Pinto, Gestor (Sentá-lo do outro lado do Vakil.)
(...)
Pedro Lamy, Automobilista (E um taxista, porque não um taxista?)
Pedro Lomba, Docente universitário/Pedro Paes de Vasconcellos, Professor universitário (Não sei bem qual será a diferença de estatuto, mas há uma pergunta que me mói a moleirinha: que é feito do Pacheco Pereira?)
(...)
Ricardo Sá Pinto, Futebolista/Rita Guerra, Cantora/Rita Ferro, Escritora/Rui Chancerelle de Machete, Jurista/Rui Meireles, Historiador/Rui Veloso, Músico/Rui Vieira, Engenheiro/Ruy de Carvalho, Actor (Uma sequência de profissões muito diversificada, sim senhor! Mesmo assim, continuam a faltar um pianista de jazz e um jardineiro...)
(...)
Teresa Perry Vidal, Notária/Tiago Bettencourt, Cantor dos «Toranja» (Importa-se de repetir?)
(...)
Vera Pires Coelho, Empresária/Vergílio Folhadela Moreira, Gestor/Vítor Bento, Economista/Vitor Martins, Economista (Não faço a mínima ideia quem são, mas fica muito bem fechar a lista com gente dada ao ofício da massa...)

7 comentários :

Gaspar VS disse...

Muito similares sao as nossas ideias... somos REPUBLICANOS, SOCIALISTAS E LAICOS! hiem?!

Filipe Moura disse...

A docencia universitaria do Pedro Lomba (de quem eu gosto muito) ja foi discutida em http://bde.weblog.com.pt/arquivo/009245.html Nao te lembras? Ele aparece como docente para nao aparecer como professor. Mas doutorando dava mau aspecto - um tipo com um contrato a prazo nao e bem sucedido na vida. E professor ele ainda nao e.

Ricardo Alves disse...

Caro Gaspar vs,
republicano com certeza, socialista tenho dias, e «laico» não, é melhor dizer «laicista» para me distinguir de tipos como o Mário Soares que andam há 30 anos a convencer as pessoas de que se pode ser pela laicidade e pela Concordata ao mesmo tempo...

Ricardo Alves disse...

Filipe,
está bem, o Pedro Lomba escreveu num blogue. Realmente recordava-me de ter lido o nome algures como sendo de alguém que escrevia ou escrevera num blogue. Mas a questão é que aquela lista está cheia de «professores universitários». E alguns se calhar até são só professores assistentes. Até fica distinto ser «docente» neste caso...

Ricardo Alves disse...

Mas o que me levou a publicar este arigo foi o disparate que resulta referirem-se a pessoas como o Mota Amaral como «jurista», ou referirem-se ao Teixeira Pinto como «gestor». Que raio, «gestor» é o tipo que me atende ao balcão do banco...

Carlos Esperança disse...

«Maria Fernanda Mota Pinto, Professora ensino secundário
(A primeira está aqui por ser sindicalista. E a segunda?)»

RE: Por ser viúva.

Anónimo disse...

Antonio Salvado