segunda-feira, 8 de setembro de 2014

As viagens de avião de Passos

A propósito das notícias sobre a viagem de Passos Coelho a Bruxelas: não gosto que o primeiro ministro voe na Ryanair. Não quero com isto defender que ele seja obrigado a voar na TAP, mas incomoda-me que o primeiro ministro voe numa companhia que explora os seus trabalhadores e faz propaganda por não ter greves. Se Passos Coelho queria ser poupadinho, poderia alojar-se em hotéis baratos (isso já não me incomodaria nada). Também não estou com isto necessariamente a criticar quem voa na Ryanair; só acho que um primeiro ministro deve dar o exemplo. Uma vez mais, receio que seja este mesmo o exemplo que Passos Coelho quer dar.

3 comentários :

  1. Se os políticos fizessem greve os pilotos de certeza que iriam ser os primeiros a ir trabalhar pois não haveria ninguém para lhes pagar.

    ResponderEliminar
  2. Se os políticos tivessem amigos como Sócrates de certeza que as
    cadeia de Évora não chegava para todos.

    ResponderEliminar
  3. A história de Sócrates é idêntica á de Robespierre, está a ser condenado pelas leis que ele próprio promulgou como primeiro- Ministro conjuntamente com os deputados socialistas.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.