sexta-feira, 1 de abril de 2011

o meu voto

Quero expressar o meu voto, especialmente dirigido a todas as mentes inconsequentes que, de uma forma ou de outra, directa ou indirectamente, desejam ou apoiam a vinda do FMI. Apenas posso desejar-vos o meu mais honesto e sincero voto que possam ter tudo aquilo por que realmente anseiam ... e que o FMI representa!

Mas, acrescidamente, que os vossos desejos fiquem pela porta de vossa casa. E aqui refiro-me à crescente miséria que se alastrará durante uma década ou mais, a uma economia sem financiamento ou investimento, aos significativos e repetidos cortes nos salários e subsídios diversos e ao aumento de impostos, ao desemprego crescente e um salário mínimo em queda, às muito acrescidas dificuldades financeiras no acesso à saúde e à educação (devidamente privatizadas, claro está), e todas as consequências sociais que despertam numa sociedade nesse tipo de registro.

Divirtam-se muito, sem pensar duas vezes no que realmente desejam para o futuro! *sigh*