quinta-feira, 20 de outubro de 2011

pensamento circular ou sinal de senilidade?

Depois de querer suspender a democracia por seis meses, Manuela Ferreira Leite quer agora suspender o acesso universal à saúde e à educação por dois a três anos. Comecei por pensar que se tratava do habitual pensamento circular onde MFL deseja o regresso ao Estado Novo.

Mas não. MFL critica a "gratuitidade" destes sistemas. Esquece-se, claro, que estes sistemas não são gratuitos; são pagos através dos impostos de forma progressiva. Pois, afinal MFL está simplesmente senil.

1 comentário :

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.