terça-feira, 27 de setembro de 2011

don policarpone

«[...] D. José Policarpo afirma ainda que a Igreja não deve praticar política directa, porque "ninguém sai de lá com as mãos limpas" [...]» [1]

Não percebo se nos querem enganar a nós ou a eles próprios. A ICAR, enquanto instituição, é, acima de tudo, uma instituição política. Não estranha assim que Don Giuseppe Policarpone José Policarpo saiba perfeitamente quão sujas estão as suas mãos.

[1] --- Ninguém sai da política "com as mãos limpas", Jornal de Notícias [Setembro 2011]

2 comentários :

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.