quinta-feira, 30 de julho de 2009

sobre a renovação nas listas a deputados

«[...] A actriz Inês de Medeiros, que foi mandatária da candidatura de Vital Moreira às europeias, vai ser a número três da lista de Lisboa do PS às eleições legislativas, encabeçada por Jaime Gama. Vera Jardim ocupa o segundo lugar e o sétimo é o ex-dirigente do BE e activista da LGBT [...] Miguel Vale de Almeida.

O nome de Inês de Medeiros, uma independente que poucos esperavam ver como deputada, foi aprovado esta noite na reunião da Federação de Lisboa. [...]»


[PÚBLICO.PT --- 23.07.2009]

«[...] Em declarações à TSF, o antropólogo disse estar muito satisfeito com o convite, lembrando que é preciso «reforçar a ideia de que a linha divisória entre a esquerda e a direita se estabelece sobretudo entre o PS e o PSD». [...]

O antropólogo promete contribuir para uma nova imagem, linguagem e forma de fazer política no Parlamento. [...]»


[TSF --- 24 JUL 09]

«[...] Manuela Ferreira Leite encabeça a lista de deputados do PSD por Lisboa [...]

O presidente do Conselho de Jurisdição Nacional, Nuno Morais Sarmento surge em segundo lugar, e imediatamente a seguir aparecem os nomes de Luís Marques Guedes, secretário-geral, e de Sofia Galvão, vice-presidente da direcção de Ferreira Leite.

Para o quinto lugar a distrital de Lisboa escolheu o ex-ministro da Ciência e do Ensino Superior Pedro Lynce Faria, que ocupou também a pasta da secretaria de Estado do Ensino Superior e para a sexta posição foi indicado o nome de Pedro Afonso, que é vice-presidente da distrital de Lisboa. A ex-secretária de Estado, Susana Toscano, a ex-vereadora da Câmara de Lisboa, Sérgio Lipari, e Fernando Ferreira, actual vereador com pelouros na Câmara de Odivelas assumem o sétimo, oitavo e nono lugar respectivamente na candidatura. [...]»


[PÚBLICO.PT --- 22.07.2009]

«[...] Nuno Morais Sarmento em segundo. Como este último foi deputado na sessão que agora finda, vale a pena consultar o site do parlamento para verificar a esclarecedora actividade parlamentar deste prolífico comentador político. Uma pergunta e um pedido de esclarecimento, nem menos nem mais. Também, valha a verdade, entre suspensões do mandato e a renúncia ao cargo de deputado, vale a pena dizer que Morais Sarmento apenas se sentou seis vezes no lugar pelo qual foi eleito. Agora, pelos vistos, é que é a sério, mesmo a sério. Pela política de verdade. [...]»

[Pedro Sales | Arrastão --- 22 Jul 09]

1 comentário :

Anónimo disse...

É que vou já a correr votar no PS e nos seus abortos!Incluido,esse careca xico-esperto de Macau(mas que Máfia) do antónio vitorino(o gaijo é mesmo pikeno!