quarta-feira, 22 de outubro de 2008

o decadente declínio da direita

«[...] Mas no meio de um debate nacional em que se discutem desde soluções mais pragmáticas para combater a financeirização da economia e a sua crise até ao debate ideológico sobre a autonomia do mercado e o papel do Estado na sua regulação, eis que surge a grande solução do CDS/PP: acabar com o Rendimento Social de Inserção (RSI)! Para o CDS/PP, as fraudes na atribuição do RSI são uma prioridade - o Estado deve investir no controle deste subsídio. Para Paulo Portas, os 7 administradores do BCP, autores de uma fraude gigantesca e que acumularam milhões de euros em sequência disso, nada lhe diz. Só lhe interessa a pobre carteira com escassos euros de quem vive com esse pouco para conservar alguma dignidade na sua vida. Esses é que são os grandes gananciosos do Estado, os ladrões dos fundos de pensões e dos PPR, os responsáveis pela crise. [...] Nada a dizer sobre as off-shores e a lavagem de dinheiros do crime, nada a dizer sobre falências fraudulentas, nenhuma consideração sobre a irresponsabilidade dos grandes especuladores na presente crise. Só grandes discursos sobre o RSI e os "maus pobres" que retiram indevidamente o dinheiro ao Estado. Paulo Portas não sabe quantos usam abusivamente do RSI, não conhece os números e o nível de dificuldade em que vivem muitos portugueses que a ele recorrem e ignora que cerca de 20% da população viva na pobreza. Mas de uma coisa sabe: estupidez, irrealismo, irresponsabilidade, extremismo e populismo! [...]»

(Esquerda.Net --- 20-Out-2008)

Sem comentários :